quinta-feira, 21 de setembro de 2017

NASP - Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

O Dia Nacional de Luta da Pessoa Portadora de Deficiência é celebrado em 21 de setembro no Brasil.

NASP  - PORTELAMOR

Esta data foi criada com o objetivo de conscientizar sobre a importância do desenvolvimento de meios de inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.


O preconceito e a inacessibilidade pública também são dois pontos centrais a serem debatidos durante esta data, e que são responsáveis por dificultar a vida das pessoas portadoras de deficiência.
Oficialmente, esta data foi criada a partir do decreto de lei nº 11.133, de 14 de julho de 2005, mas já era celebrada a nível extraoficial desde 1982.


A criação do Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência foi uma iniciativa do Movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes – MDPD, grupo que debate propostas de transformações sociais em prol dos portadores de deficiência desde 1979.

O dia 21 de setembro também marca o início da Primavera no Hemisfério Sul, e é fazendo uma referência a esta estação que foi escolhida esta data como marco para celebrar a luta da pessoa com deficiência.


O fenômeno da Primavera pode ser metaforicamente comparado ao renascimento e renovação da vida, assim como acontecem com as flores durante esta estação. As pessoas com deficiência são motivadas a lutarem pela construção de uma sociedade inclusiva, onde podem viver de forma igualitária e sem preconceitos.


A Organização das Nações Unidas (ONU) também institui a nível mundial o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado anualmente em 3 de dezembro desde 1992.

Fonte:  Calendarr

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Brasil, lugar onde:

ROUBAR; ESTUPRAR; ASSEDIAR; SER CORRUPTO; EJACULAR EM UMA MULHER DENTRO DO ÔNIBUS É NORMAL, MAS SER GAY É DOENÇA.


Grupo Portelamor - Porque amar é fundamental.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Setembro Amarelo

Iniciado no Brasil pelo CVV (Centro de Valorização da Vida)CFM (Conselho Federal de Medicina)ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), o Setembro Amarelo realizou as primeiras atividades em 2015 concentradas em Brasília. Mundialmente, o IASP – Associação Internacional para Prevenção do Suicídio estimula a divulgação da causa, vinculado ao dia 10 do mesmo mês no qual se comemora o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.


CVV – Centro de Valorização da Vida (uma das principais mobilizadoras do Setembro Amarelo) é uma entidade sem fins lucrativos que atua gratuitamente na prevenção do suicídio desde 1962, membro fundador do Befrienders Worldwide e ativo junto ao IASP – Associação Internacional para Prevenção do Suicídio), da Abeps (Associação Brasileira de Estudos e Prevenção do Suicídio) e de outros órgãos internacionais que atuam pela causa.
Alguns destaques do Setembro Amarelo nesses anos foram a iluminação de monumentos como Cristo Redentor no Rio de Janeiro/RJ, o Congresso Nacional e a ponte Juscelino Kubitschek em Brasília/DF, o estádio Beira Rio em Porto Alegre/RS, a Catedral e o Paço Municipal de Fortaleza/CE, Ponte Anita Garibaldi em Laguna/SC, e o Palácio Campo das Princesas em Recife/PE.

Também foram feitas ações de rua, como caminhadas, passeios ciclísticos, passeios de motos e abordagens em locais públicos em várias cidade do Brasil.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Informações sobre a doação de medula óssea

 

Passo a passo para se tornar um doador
  • Qualquer pessoa entre 18 e 55 anos com boa saúde poderá doar medula óssea. Esta é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções, e se recompõe em apenas 15 dias.
  • Os doadores preenchem um formulário com dados pessoais e é coletada uma amostra de sangue com 5ml para testes. Estes testes determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente.
  • Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante.
  • Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e para realizar a doação.
  • Tudo seria muito simples e fácil, se não fosse o problema da compatibilidade entre as células do doador e do receptor. A chance de encontrar uma medula compatível é, em média, de uma em cem mil!
  • Por isso, são organizados Registros de Doadores Voluntários de Medula Óssea, cuja função é cadastrar pessoas dispostas a doar. Quando um paciente necessita de transplante e não possui um doador na família, esse cadastro é consultado. Se for encontrado um doador compatível, ele será convidado a fazer a doação.
  • Para o doador, a doação será apenas um incômodo passageiro. Para o doente, será a diferença entre a vida e a morte.
  • A doação de medula óssea é um gesto de solidariedade e de amor ao próximo.
  • É muito importante que sejam mantidos atualizados os dados cadastrais para facilitar e agilizar a chamada do doador no momento exato. Para atualizar o cadastro, basta preencher este formulário.
Caso você decida doar
1. Você precisa ter entre 18 e 55 anos de idade e estar em bom estado geral de saúde (não ter doença infecciosa ou incapacitante).
 
2. Onde e quando doar
É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos hemocentros nos estados. No Rio de Janeiro, além do Hemorio, o INCA também faz a coleta de sangue e o cadastramento de doadores voluntários de medula óssea de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h. Não é necessário agendamento. Para mais informações, ligue para (21) 3207-1580.
 
3. Como é feita a doação
Será retirada por sua veia uma pequena quantidade de sangue (5ml) e preenchida uma ficha com informações pessoais.
 
Seu sangue será tipificado por exame de histocompatibilidade (HLA), que é um teste de laboratório para identificar suas características genéticas que podem influenciar no transplante. Seu tipo de HLA será incluído no cadastro.
Seus dados serão cruzados com os dos pacientes que precisam de transplante de medula óssea constantemente. Se você for compatível com algum paciente, outros exames de sangue serão necessários.
 
Se a compatibilidade for confirmada, você será consultado para confirmar que deseja realizar a doação. Seu atual estado de saúde será avaliado.
 
A doação é um procedimento que se faz em centro cirúrgico, sob anestesia peridural ou geral, e requer internação por um mínimo de 24 horas. Nos primeiros três dias após a doação pode haver desconforto localizado, de leve a moderado, que pode ser amenizado com o uso de analgésicos e medidas simples. Normalmente, os doadores retornam às suas atividades habituais depois da primeira semana.
 
Importante

Um doador de medula óssea deve manter seu cadastro sempre atualizado. Caso haja alguma mudança, preencha este formulário.
 
O Transplante de Medula Óssea é a única esperança de cura para muitos portadores de leucemias e outras doenças do sangue.
 
fonte: Site do INCA
 

A influência do pet em sua saúde


“Este efeito é o bicho!”
Você sabia que os animais de estimação podem ser ótimos aliados para a sua saúde?
Cachorros, gatos, chinchilas, pássaros e até mesmo animais maiores, como cavalos, são grandes parceiros de vida para fornecer carinho, conforto, entretenimento e, principalmente, amor incondicional!
Esses bichinhos podem nos trazer benefícios como,melhorar a autoestima, aumentar a prática de atividades físicas, no caso daqueles que saem para passear, inclusive abrem um maior espaço para o convívio social.
Não importa a sua idade, desde os bebês, até a terceira idade, certamente a convivência com os pets é vantajosa. Pode não parecer, mas eles ensinam muito os seres humanos: respeito, afeto, cuidado, responsabilidade e muito mais!
Confira 7 benefícios dos pets para a sua saúde:
1. Socialização
Os papos sobre animais de estimação sempre aproximam as pessoas, principalmente os cachorros, que estimulam a frequência em parques e outros ambientes de fácil interação.
2. Alívio do estresse
O cortisol – hormônio relacionado ao estado de alerta e popularmente conhecido como “hormônio do estresse”, causam diversos problemas à saúde, quando apresentam níveis elevados. A interação entre pessoas e animais, segundo estudos, elevam a sensação de alegria, conforto e bem-estar, podendo naturalmente diminuir o nível desses hormônios no corpo.
3. Evita a depressão
Animais ajudam a melhorar a autoestima! A relação de pessoas e animais é de muito carinho, apoio, compreensão e segurança, além de estimular hábitos positivos. Estes aspectos podem favorecer muito para evitar depressão.
4. Incentivo à prática de atividades físicas
Tem coisa mais irresistível do que o seu cachorro te olhando com aquela cara de: VAMOS PASSEAR? Dê adeus ao sedentarismo! Mesmo que pareça pouco, uma pequena caminhada na quadra da sua casa – uma vez ao dia, já representará um ótimo ganho na sua saúde e na do seu cão!
5. Os “hormônios da felicidade”
Serotonina e Dopamina – São eles os hormônios responsáveis pela sensação de bem-estar e alegria, estudos apontam que a troca entre humanos e animais tem como um dos principais efeitos o aumento da produção desses hormônios tão importantes para nós!
6. Diminuição da solidão
Não importa qual bichinho você tem, ele sempre reconhecerá você e ficará feliz com a sua presença. É quase impossível se sentir sozinho com eles!
7. Compromisso e Responsabilidade
Poderíamos dizer que também existe o lado negativo de se ter um pet, mas experimente pensar de uma outra forma, tudo isso pode fazer você aprender muito sobre a força do hábito na sua vida em diversos aspectos. Você terá que cuidar bem deste parceiro pet, cuidados como: alimentação, limpeza do ambiente, em alguns casos, sair para passear, saúde, dentre outros.

Fonte: Site hospital di camp

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Semana Mundial de Aleitamento Materno – oportunidade para ação conjunta

Em 2017 celebra-se o 25º aniversário da Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) que busca desencadear ações conjuntas em prol da amamentação. A proteção, promoção e apoio da amamentação são os três pilares fundamentais para aumentar e consolidar as taxas de aleitamento materno, tanto em países em desenvolvimento como em países desenvolvidos. A SMAM é o momento mais importante no ano para a promoção da amamentação em todos os meios de comunicação que tenhamos acesso.
Objetivos
  1. Buscar o apoio dos governos e diversos setores da sociedade para promover, proteger e apoiar a amamentação.
  2. Construir alianças sem conflitos de interesses para fortalecer as políticas e programas de aleitamento materno e alimentação infantil.
  3. Mobilizar e desenvolver ações para a promoção, proteção e apoio à amamentação e práticas adequadas de alimentação infantil.
FOLDER SMAM 2017 (Brasil)
“Proteger a amamentação: construindo alianças sem conflitos de interesses”.

Créditos: CEFEMINA (texto), FABIANA MÜLLER (tradução), ALESSANDRA RIVERO HERNANDEZ (revisão da tradução), LUCÉLIA FERNANDES (editoração), MARINA REA (finalização), FERNANDA SÁ (fotos folder), RETRATUS (foto capa)



Cadeira de Rodas X Invalidez

Desde que iniciei minha atuação na área de direito médico, já presenciei diversas formas de como as pessoas enfrentam o uso da cadeira de rodas.

Confesso que o entendimento do público geral, que não utiliza cadeira de rodas, ou não convive com o cadeirante nunca me preocupou....
.
Entretanto, me alarma a falta de conhecimento a respeito desse equipamento por parte das pessoas que são usuárias ou que convivem com portadores de necessidades especiais, sobretudo, mães de crianças especiais.

A rejeição do uso da cadeira de rodas é presente em praticamente todas as mães de crianças especiais, mas percebo que a falta do conhecimento a respeito dos benefícios de uma cadeira de rodas sob medida é o fator que explica essa forte rejeição.

Mães, uso esse espaço para falar com vocês, parem de vincular a cadeira de rodas a invalidez de seu filho. O uso desse equipamento não determina a invalidez de alguém, muito menos determina que sua criança não será capaz de caminhar.

Seu filho não pode passar horas do dia mau posicionado em cadeiras sem as devidas adaptações que o corpo dele necessita, na escola, vendo TV, fazendo as refeições, dentre demais atividades, e socialização com o mundo.

A cadeira de rodas é muito mais do que um simples assento, influencia no posicionamento do corpo, favorecendo assim funções básicas como respiração, alimentação, fluxo sanguíneo, previne dores e deformidades.

O mau posicionamento, por estar no colo ou carrinho de bebê, por exemplo, ou até mesmo em cadeiras de rodas inadequadas, pode causar perdas motoras e perdas de função.

De acordo com estudos de especialistas na área, a cadeira de rodas é considerada um equipamento terapêutico, prevenindo e revertendo deformidades, sendo uma extensão do tratamento de reabilitação.

Além dos tratamentos de reabilitação neurológica, o correto posicionamento na cadeira de rodas interfere diretamente na progressão do desenvolvimento da criança.

A correta escolha da cadeira de rodas deve ser realizada pela equipe terapêutica que acompanha o paciente, por especialista em adequação postural, determinando assim todos os itens e acessórios necessários, de acordo com cada patologia, com as deformidades já existentes e para evitar que novas apareçam.

Cadeiras de rodas adaptadas possuem custo financeiro final alto, considerando todos os itens, acessórios, e ainda as adaptações realizadas pelo profissional especialista.

Entretanto, há possibilidade da requisição judicial desse equipamento, seja contra o plano de saúde, ou poder público, a decisão do Supremo Tribunal de Justiça – STJ é favorável para concessão desse equipamento.

Não deixe seu filho mau posturado, as consequências são maiores do que aparentam.

Wanessa Ferreira Rodrigues
https://www.facebook.com/wanessa.ferreirarodrigues
 

Texto recebido no grupo Facebook.